Buscar
  • Helida de Lima

A natureza que permanece...

Atualizado: 22 de Nov de 2020


Santa Natureza é um canto onde a natureza permanece.

Santa, porque é vida, é natural, é além de nós, pois lá já estava desde sempre.

Natureza porque o lugar é a terra, o mato, são as águas, o céu e os bichos.

Grande ou pequeno, longe ou perto. Simples.

O simples é algo fácil de se ter e se viver.

Plantas, solo, pedras, rio, cachoeira, vistas, pôr-do-sol, estrelas, ventos, ventanias, chuva, chuvisco, temporal, nuvens, canto das águas, dos bichos...

Contemplação.

Materiais artesanais, recicláveis, reformados, plantados...

Cores, claridade e uma organização orgânica, com cheiros do ar natural entrando em todas frestas, com o Sol e o Luar banhando todas as cores.

Palavras positivas, pensamentos frutíferos.

Uma Santa Natureza pode fazer bem, pode acalentar e alegrar.

Tem dias de tristeza, de dúvida, de ingratidão, mas nestes dias, com a entrega ao que é natural, nos transformamos.

Em gentes de esperança, de verdes viventes. De olhares outros para o horizonte, que está sempre lá.

Assim como uma poesia é para ser sentida e uma viagem para ser vivida.

Um lugar cheio de seres naturais, são repletos de "eco"-"logia" e sendo assim devem ser cuidados.

Desta forma eles cuidarão de nós também.

No Santa Natureza pode haver tempos sem relógio.

É só desligá-los. Cabe a nós abrir mão do tempo mecânico e nos entregar ao tempo biológico. Sem proibições ou restrições, é de nossa responsabilidade dar espaço para alma.

Para sentimentos nativos.

O viver natural é feito de tempo valorizado,

Uma qualidade e não a quantidade.

É um aconchego, um detalhe simples que importa.

Aqui no Santa queremos de fato sentir,

a Natureza em todos os cantos e também dentro de nós.

#ecologia #frugal #bonsfluidos #poesia

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo