Buscar
  • Hélida

Sei das flores do meu jardim...


Sei das flores do meu jardim

Tomo passo, tomo conta, tomo prumo, tomo jeito

Nas folhas do meu jardim

Sei de cada flor

O jardim é forma consciente de realizar

Do meu laço com a terra, da raiz de meu organismo

Sei das flores do meu jardim ou dos meus jardins, que hoje já são tantos

Porque as vi nativas, muitas delas, mas também as comprei, as ganhei ou as achei em cantos de outros, as transplantei

Se não as plantei um amigo o fez, e eu fiquei admirando o ato

Pois é no jardim que tomo meu passo, meu esteio, minha reta

É lá que meus olhos se encontram, é lá que minha mente se deixa inexistir por alguns tantos

Sei de cada folha com flor

De cada folha sem flor

São crias divinas

Na floresta, no cerrado ou na praia, abri caminhos

Dei espaço, comida, água, atenção

Conversei com as nativas, pedi licença para outras entrarem

Sei das flores, nome a nome, folha a folha

Primavera, jasmim estrela, amendoim, preta japonesa, esmeralda, suzana dos olhos negros, bromélia imperial, orquídea, hortênsia, pingo de ouro, dama da noite, maria sem vergonha, murici, era, jibóia, moréia, petúnia, dinheirinho em penca, flor da fortuna, fícus, gardênia, amor agarradinho, tumbérgia roxa, sapatinho de judia, manjericão, salsa, boldo, avenca, samambaia, nativas, bambus, íris, capim paulistinha, torrênia, brinco de princesa, quaresmeiras, lírio da paz, hisbiscos, azaléias, agapanto, asplênio, areca, sigônio, jabuticabeira, amoreira, limoeiro, couve, cidreira, arruda, aspargo, manacá, azulzinha, margarida,dracena...

São estas e outras mais

Que me erguem

Pois são todas elas meu reflexo

Reflexos de dias de construção

Sei das flores do meu jardim, pois tento saber dos pedaços de mim.


23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo